Sábado, 16 de Dezembro de 2006

sangue e pó

 

Sangue e Pó

Em meio a escuridão da vida
Não consigo refletir.
Procuro sempre uma palavra amiga,
Mas muitas vezes tenho vontade de sumir.

As sombras que a noite trazem
Arrepios sinto quando por elas passo.
Busco a vida como uma viagem
Sem destino, sinto falta de um abraço.

O sangue que em mim corria
Agora no chão se espalhou.
Sinto agora uma intensa arrelia
A morte pra mim chegou.

Dessa nostalgia
nada posso fazer
Vou seguindo meu caminho
sem querer entender.

Vou deixando como está,
Sem determinação.
Minha vida o vento levará,
Com minhas lágrimas
vai também a emoção.

 


publicado por açoriano às 17:00
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Raquel a 16 de Dezembro de 2006 às 21:38
Ola migo,
Queria-te dar os meus parabens pelo teu trabalho executado no teu blog. Esta lindissimo. Continua assim. Cumprimentos à familia.
Beijinhos


Comentar post

.mais sobre mim

.posts recentes

. ...

. te amo tanto

. MEU GRANDE AMOR

.tags

. todas as tags

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.arquivos

. Outubro 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

.pesquisar